Jump to content

BiaIchihara

Forum Guide
  • Posts

    8,409
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by BiaIchihara

  1. I'm not so updated in relation to Mika news, what happened???
  2. Thanks ladies (does anyone know anything, btw???)
  3. The music video is not avaiable on YT anymore I've found it in this link https://v.youku.com/v_show/id_XNDE3ODY1NDY4.html
  4. I haven't followed that much this thread, but no streaming link to watch, right??? Some people asked me if there's one, but they're non-MFCers
  5. Lollapalooza Brazil 2021 will be on September, 10th-12th and is asking people who they would like to see at the event EDIT: I've written Mika in all options x) https://www.lollapaloozabr.com/2021
  6. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  7. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  8. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  9. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  10. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  11. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  12. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  13. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  14. 74823885_740867886471729_5983364591737550773_n.mp4 75288664_805522039988375_7042078254943401809_n.mp4 75435602_264384734603225_6832004950961727806_n.mp4 75457058_3377693788991815_4736066327067969531_n.mp4 75915564_192596518942819_6689756544496367964_n.mp4 76773576_630678907841888_2458023556963693973_n.mp4 87289267_1194305550956295_3429296620951404655_n.mp4
  15. mikainstagram_118951185_616637862330140_3356122125370205398_n.mp4
  16. Portuguese - BR version Meu querido Líbano, minha querida Beirute, Ainda é de manhã cedo, do outro lado do Mediterrâneo, e me sinto tão perto, mas tão longe de você. Tão perto de você, enquanto você jaz devastada pelo apocalipse, não consigo parar de olhar, paralisado, para as expressões maltratadas de meus irmãos e irmãs. Em seus olhos, sinto seu medo, suas lágrimas. Estremeço ao ver uma pessoa ferida carregada pela janela traseira de um carro velho, uma jovem coberta de sangue nos braços do pai, habitantes em estado de choque correndo pelas ruas cheias de entulho, vidros quebrados e prédios destruídos... Tão longe de você, assombrada pela desolação, ouço em minha cabeça o barulho ensurdecedor das duas explosões que assombraram os moradores de Beirute. Os gritos das famílias enlutadas e das vítimas atordoadas se fundem no meio da noite com as sirenes estridentes das ambulâncias. Também me falaram do silêncio nas primeiras horas desta manhã, do cheiro das ruínas fumegantes. Diante desse caos, lembro-me de uma frase do poeta libanês Kahlil Gibran: ‘’Só se chega ao amanhecer seguindo o caminho da noite.’’ Há alguns meses, você mais uma vez está afundando no caminho da noite. Existem divisões, ecos de conflitos em suas fronteiras, corrupção, a impotência de seus líderes, a crise monetária que mergulhou suas famílias na miséria e, em seguida, o surto da epidemia de coronavírus. A natureza libanesa despreocupada, a resposta aos dramas do passado, foi substituída por raiva e medo. Eu ficava mais ansioso a cada dia que passava, como se minhas feridas, as raízes que deixei para trás com apenas um ano e meio de idade finalmente estivessem me alcançando. E então, de repente, às 18h10 de terça-feira, uma trágica nuvem cinza se levantou de seu porto, derrubando seu povo exausto. A espessa fumaça laranja afogou os céus de Beirute e substituiu a memória distante, tantas vezes contada por minha mãe, da luz amarela que banhava nosso apartamento no quarto andar, de frente para o mar, na Corniche. Não posso deixar de pensar nessas duas explosões como um símbolo de um sistema que está se despedaçando. O estrondo de bombas, causando mortes em ruas ainda marcadas pelas cicatrizes da guerra, não pode ser ignorado. O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, promete que as pessoas responsáveis ’’serão responsabilizadas’’. Mas os responsáveis por quem? Para quê? Os responsáveis por 30 anos de agonia que transformaram a terra dos cedros na terra das cinzas. Diz-se que uma catástrofe é um desfecho trágico, o fim de uma série de infortúnios. Depois da escuridão, vem o amanhecer. Conheço a sua resiliência, a sua força e a sua solidariedade, alimentadas pela sua mistura de culturas, por este lugar especial que ocupa, a meio caminho entre o mundo árabe e a Europa. Amanhã, você se levantará como sempre fez antes. A música jorrará mais uma vez de suas janelas. As pessoas vão dançar em seus terraços e perfumes vão emanar de suas cozinhas. Eu estarei lá. Mika
×
×
  • Create New...

Important Information

Privacy Policy