BiaIchihara

Forum Guide
  • Content Count

    8,197
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

530 Excellent

7 Followers

About BiaIchihara

  • Rank
    (Mad) White Queen
  • Birthday 03/03/1992

Profile Information

  • Gender
    Female
  • Location
    Fortaleza , capital of the Land of Light, a.k.a. Ceará
  • Occupation
    Learning to be a Golden Architect

Social Media

  • Twitter
    @Bia1009
  • Facebook
    https://www.facebook.com/beatriz.santos.52206
  • Instagram
    https://www.instagram.com/arq.beatrizbsd/
  • Tumblr

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. FAN-ACTIONS: DIRETRIZES ''Como alguns de vocês devem saber, houve alguns problemas com as fan-actions no recente show de Mika em Paris (22/12). A promotora, Alias Production, entrou em contato conosco pouco antes do show começar, para nos informar que eles tinham ouvido falar sobre as ações propostas pelos fãs e eles sentiram que a grande quantidade de papel envolvida poderia criar muita confusão, fazendo com que o local cobrasse taxa extra de limpeza, que por sua vez seria repassada ao Mika Fan Club - independentemente do MFC ter organizado a fan-action ou não. Portanto, a segurança confiscou grande parte do papel que os fãs estavam tentando trazer. O Mika Fan Club não tem um orçamento, e eu acho que nenhum de nós quer pagar pela limpeza de um local de concerto! Sei que muitos de vocês estão planejando uma variedade de fan-actions para os próximos shows do Mika, e que muitos deles envolvem ''adereços'' ou itens que podem causar lixo e outros problemas em potencial nos locais. Então, conversamos com o pessoal da Alias, pois eles são os promotores da maioria dos próximos shows franceses, perguntando que tipo de diretrizes eles gostariam que as fan-actions em larga escala seguissem. Obviamente, essas são recomendações da Alias, mas provavelmente são boas diretrizes que qualquer fan-action, grande ou pequena, deve seguir. Diretrizes de fan-actions: Lembre-se de que cada local tem suas próprias regras e regulamentos. Todos e tudo que entrar no local devem respeitar as diretrizes de segurança e proteção, incluindo os regulamentos de segurança contra incêndio. A ação deve ser organizada por um grupo sério e respeitoso de pessoas com um líder definido. Entre em contato com a promotora com antecedência e explique sua idéia e projeto com o máximo de detalhes possível. Para grandes shows como Zenith e Arena, é melhor entrar em contato pelo menos quatro semanas antes do evento. Quanto mais cedo, melhor. Ter a solicitação do fã-clube legítimo geralmente é a melhor opção. O promotor informará se o projeto parece realista e poderá fazer perguntas adicionais, dependendo dos seus projetos: por exemplo, um aviso técnico completo para qualquer coisa com uma fonte de iluminação e o papel deve respeitar algumas questões de segurança contra incêndio. Você permanece responsável pelo projeto, financeira e logisticamente. Se o projeto exigir alguma montagem antes da abertura das portas, lembre-se de que você normalmente não poderá entrar no local mais cedo. Se você entrar cedo, essa não é uma oportunidade para uma volta nos bastidores ou para conhecer o Mika e a banda! Seria estritamente para as necessidades do projeto. Algumas fan-actions menores podem não exigir a aprovação do promotor se não exigirem objetos, itens ou logística adicionais. No entanto, é melhor fazer check-in antecipadamente, por precaução. Lembre-se de que, embora as fan-actions sejam divertidas e possam realmente melhorar a experiência do programa, a prioridade continua sendo o show em si. Os promotores terão prazer em ajudar com qualquer coisa que venha de fora, desde que não perturbe a criação do show e, portanto, o resultado final que todos estão esperando. Então, o que isso tudo significa? Bem, pedimos que qualquer pessoa que organize fan-actions realmente pense sobre quais serão os efeitos colaterais da ação: Isso criará uma enorme bagunça no local que pode exigir limpeza adicional? Tem potencial para criar um risco de incêndio? Isso interferirá no prazer de outros fãs do show - por exemplo, isso bloqueará a visão deles do palco? Obviamente, o MFC não pode controlar o que cada pessoa faz, mas se você deseja a ajuda do MFC e quer dizer que ''esta é uma fan-action aprovada pelo Mika Fan Club'', será necessário seguir estas diretrizes. O que quero dizer é que você não pode dizer: ''estou com o Mika Fan Club, por isso estou autorizado a fazer isso'', porque isso não é automaticamente verdade. Sei que muitos de vocês já fizeram alguns planos e que tudo isso pode ser perturbador, mas como agimos como o fã-clube ''oficial'' do Mika, queremos garantir um bom relacionamento com a Alias e todas as outras. promotoras e locais com os quais Mika trabalha. Agradeço sua compreensão e tenho certeza de que vocês terão perguntas. Portanto, sintam-se à vontade para perguntar abaixo ou enviem uma mensagem particular para mim ou para uma das outras moderadoras. Obrigado.'' Texto Original em Inglês:
  2. Translation Singer Mika is back with new song Singer Mika is back with his very characteristic voice and style! The new song is ''Ice Cream'' and will be part of his new album: ''My Name is Michael Holbrook'', to be be released only on October 4th! About the new song, which has bold verses like ''I want your ice cream, I want it melting on my tongue'', Mika wrote on social media about the song's inspiration: ''It ['Ice Cream'] was written on an extremely hot day. It was the last few weeks of writing for the album, a period that lasted two years... The track is a fantasy daydream. Like a mirage of heat, and it makes me feel as if everything is possible. Summer and heat provoke that''. Mika has a new album: ''My Name Is Michael Holbrook'' Singer Mika is back with a new album: ''My Name Is Michael Holbrook''. For those who don't know this is the real name of the singer, Mika is his stage name. The new album is the successor to ''No Place In Heaven'' (2015). Mika had already released the naughty song ''Ice Cream'', which got a fun video clip. In addition to ''Tiny Love'' and ''Sanremo''. The last one got a LGBT themed music video about a man's coming out. Watch them all below
  3. Pra dançar, se sentir maravilhoso, se emocionar, mas, acima de tudo, sentir! Google translator Translation Let's face it: we all danced, sang, cried and, above all, lived unforgettable moments to the sound of tracks that, although recent, have everything to be taken from here to posterity. Although there are those who disagree, the last 12 months have been full of brilliant releases. No matter what the recording medium: We wanted to learn all Beychella's choreography with her record, rock the parties to the sound of Solange's pop (and sophisticated) mix and even take the pains out of Nick Cave. We were also seized with the Harry Styles fever and revived the true meaning of empowerment with Lizzo, the new diva. Papelpop can say at ease: It was an amazing year indeed! So these are our 20 elected. Is your fav among them? 18. My Name is Michael Holbrook, MIKA After four ####ing years without releasing any new material, french-lebanese Mika decided it was time to return to the studio. In this album, Mika undertakes a rich and intense journey through the pains and glories of the challenges faced by the singer. Well, in his own words: “My intention was to write about life, just as it happened. A kind of album made in real time. It is an explosion of joy, color and emotions. It's deeply personal, but also universal. I have come to understand that the only thing that matters in life is the people we love and the stories we tell. Who gives a s**t about tomorrow? Now I do.'' To dance, to feel wonderful, to be emotional, but, above all, to feel!
  4. Mika - My Name Is Michael Holbrook http://www.youmedancing.com.br/mika-my-name-is-michael-holbrook/ O novo álbum de Mika, ''My Name Is Michael Holbrook'', é, acima de tudo, um disco sobre o amor. Após 4 anos sem lançar um álbum, o quinto disco do artista britânico retoma um pouco de sua energia de 10 anos atrás, de seus dois primeiros álbuns ''Life In Cartoon Motion'' (2007) e ''The Boy Who Knew Too Much'' (2009), com a maturidade de um homem de 36 anos que já foi jurado nas edições italianas de ''X-Factor'' e ''The Voice'', fez parceria com a Orquestra Sinfônica de Montreal e já teve diversas polêmicas sobre sua sexualidade e sua vida pessoal. Sua maturidade musical e enorme energia criaram um disco extremamente animado, ao mesmo tempo que profundo, provocador e divertido. De acordo com o próprio músico, ''escrever e gravar este disco foi uma forma de remediar a mim e a minha família. É profundamente pessoal, mas também universal. Eu tenho chegado a entender que a única coisa que importa na vida são as pessoas que amamos e as histórias que contamos. Este álbum é dedicado àquelas pessoas que amo e à noção de que, embora todos esperemos que cresçam com a idade, devemos fazê-lo sem perder cores, calor e caprichos.'' O novo álbum de Mika é não apenas sobre o amor, mas sobre o amor à sua própria história, à sua própria família, nome e idade. É uma forma de autoaceitação, que fica clara em muitas das faixas, ora melódicas, ora mais enérgicas. ''Tiny Love'', a primeira faixa do álbum, já traz um pouco da energia do álbum, com uma variação entre momentos mais calmos e animados, falando sobre a importância dos pequenos amores da vida. A faixa que segue, ''Ice Cream'', é um revival de ''Lollipop'', de seu primeiro álbum, com seu humor de duplo sentido, que soa ao mesmo tempo ingênuo, sarcástico e ''safado''. Segundo ele, a música ''é uma fantasia dos sonhos. Como uma miragem vinda do calor, e isso me faz sentir como qualquer coisa é possível''. Como já dito, o álbum é uma forma de autoaceitação de sua família e sua história. A faixa ''Paloma'' é um exemplo explícito: ela é uma homenagem à irmã, Paloma Penniman, que se jogou do quarto andar em 2010, e felizmente sobreviveu. Ela também aparece na última faixa do álbum, uma reprise da primeira música que retoma as faixas anteriores e amarra o álbum, agora cantando um trecho sobre ela mesma. O processo de aceitação é generalizado nas faixas ''Sanremo'' e ''Platform Ballerinas'', que falam, respectivamente, sobre a homossexualidade de homens reprimida pela masculinidade forçada da sociedade e o empoderamento de mulheres que não se encaixam nos padrões, trazendo um ar mais universal a todo discurso presente no álbum. De forma geral, o disco novo de Mika fala do início ao fim de amor, mas não de uma forma piegas, forçada e opressora, sofrida: é sempre um amor livre, libertador, feliz. A única música que quebra um pouco essa lógica é ''Cry'', que mostra uma visão menos romântica, questionando o sofrimento causado pelo amor, que o faz se sentir sozinho. No entanto, ele ressalta no final que esse sofrimento não o atingirá mais (''I’ll be okay again / I won’t cry over you''), resgatando o caráter esperançoso do amor que permeia o disco. Por fim, é impossível citar Mika sem falar sobre sua exuberante voz, com um alcance vocal único, e que já gerou comparações com outros grandes nomes da música, como Freddie Mercury. Sua potência vocal é bem explorada no álbum, e como sempre o música não se deixa levar pela timidez, alcançando belos agudos e trazendo uma energia contagiante aos que ouvem o disco. Pode-se dizer que o príncipe europeu está de volta, e em grande estilo. OUÇA: ''Tiny Love'', ''Ice Cream'', ''Sanremo'' e ''Stay High'' English
  5. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  6. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  7. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  8. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  9. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  10. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  11. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here
  12. Hi, welcome on MFC and have a lot of fun here